A Bíblia e a Política – Parte IV Governo familiar I


Publicado em 10 de agosto de 2018

“E fez Deus os dois luminares; o sol para governar o dia e a luar para governar a noite, e fez as estrelas” Genesis 1:16.

No início de tudo, Deus deixou uma referência no quarto dia da criação o que seria a base da criação no sexto dia, ele fez o homem e a mulher e deu a eles uma ordem : “multipliquem-se e governem a terra” (Genesis 1:28). Esse capitulo nos dá margem para entender, no sentido figurado, que o homem é o sol, a mulher a lua e os filhos as estrelas (interpretação). Mas o que quero deixar nesta edição é que se o criador do mundo estabeleceu uma forma de governo começando em uma família, é porque ele sabia o que vinha pela frente: muita gente. eEle disse “enchei a terra”.

O grande mal do nosso século em questão de política (forma de governo) é que na maioria das vezes agimos por nossa pequena sabedoria e deixamos de lado o criador da forma perfeita de fazer política. Se os pais buscassem a “constituição celeste” contida na bíblia muitos do maus resultados de hoje dentro dos lares seriam amenizados.

Pai e mãe educam seus filhos da maneira que aprenderam com seus pais, sem analisar às vezes os prós e contras, ou melhor sem consultar como Deus gostaria que a política fosse feita para se obter sucesso como casal, família e destino dos filhos.

A forma de governar a casa nada mais é que um reflexo ou uma consequência de como se aprendeu a governar a si próprio. Pai e mãe vêm de cultura e ensinos diferentes e muitas vezes cada um quer implantar dentro de casa a sua “política”. Quando implantarmos a política de Deus em nós, muita coisa vai melhorar e muito!

Qual é o “manual” que você e sua família usam para destinar o futuro de vocês? Dos pais, da tradição, da mídia ou de Deus? Leia Josué 1:8.

Paz de Cristo!