Abril laranja busca combater a violência contra animais


Publicado em 13 de abril de 2018
Cachorra foi recolhida pela ONG SOS Focinhos esta semana após ser atropelada; negar assistência a animal ferido é considerado crime ambiental (Foto: Reprodução Internet)

Cachorra foi recolhida pela ONG SOS Focinhos
esta semana após ser atropelada; negar assistência
a animal ferido é considerado crime ambiental (Foto: Reprodução Internet)

O mês de abril foi escolhido pela ASPCA ( Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade a Animais) como o mês de prevenção contra maus tratos aos animais. O laço laranja foi escolhido para representar a campanha.

A ONG SOS Focinhos de Iracemápolis tem divulgado em sua página na rede social Facebook diversas fotos de cães e gatos abandonados. Muitos são encontrados feridos e debilitados.

A última imagem postada traz a foto de uma cachorra resgatada no último dia 6, após ser atropelada e não receber socorro. A violência física, o abandono em via pública, mantê-lo permanentemente acorrentado, não abrigar do sol e da chuva, mantê-lo em local pequeno, não higiênico e/ou sem ventilação adequada, não alimentar diariamente, negar assistência ao ferido, obrigar o animal a trabalho excessivo e outras práticas semelhantes são considerados maus tratos aos animais.

Considerado como crime ambiental conforme o artigo 32 da Lei nº 9.605, de 1998, maltratar animais prevê pena de detenção de três meses a um ano e multa.