Aparelho de ultra-som é entregue após seis meses de espera


Publicado em 4 de novembro de 2017
Sebastião Silva, presidente do Conselho Municipal de Saúde, ex-vereador Juca do Ponto, Vice-prefeito e Coordenador de Saúde, Messias Humberto de Oliveira, Vanessa Perez, técnica de instalação e Dra. Damiana Bergamo. (Foto: Divulgação)

Sebastião Silva, presidente do Conselho Municipal de Saúde, ex-vereador Juca
do Ponto, Vice-prefeito e Coordenador de Saúde, Messias Humberto de
Oliveira, Vanessa Perez, técnica de instalação e Dra. Damiana Bergamo. (Foto: Divulgação)

O aparelho de ultra-som que foi entregue em não conformidade com o exigido foi trocado na última semana, após seis meses de trabalho em conjunto do suplente de vereador, Juca do Ponto (PP), Sebastião Silva, presidente do Conselho Municipal de Saúde e do Vice-prefeito e Coordenador de Saúde, Messias Humberto de Oliveira.

O equipamento foi comprado com uma emenda destinada ao setor de saúde no valor de R$200 mil, conquistada em 2016 pelos então vereadores Juca do Ponto e Donizete Stein através do deputado Paulo Maluf (PP) e seu suplente Guilherme Ribeiro (PP).

No início de 2017 a Prefeitura comprou um aparelho de ultra-som, que custou R$ 90 mil, mas este precisou ser trocado pois, segundo a médica, Dra. Damiana Bergamo, o equipamento não correspondia às necessidades. O novo aparelho é um FT 142, um modelo de técnologia avançada que já está no Pronto Socorro Municipal.

“A ultra-sonografia é um método diagnóstico por imagem que utiliza ondas sonoras de alta frequência. Observar o desenvolvimento do feto, diagnosticar doenças do fígado e da vesícula biliar, avaliar fluxo de sangue nas veias e artérias (Doppler), conduzir uma biópsia (mama, próstata, rins, fígado etc.), checar a glândula tireóidea, estudar o coração, diagnosticar alguns tipos de infecções e algumas formas de câncer, revelar anormalidades no escroto e próstata, analisar lesões e tumores no tecido muscular e tendões são algumas de suas aplicações”, explicou a médica Dra. Damiana Bergamo.

Juca do Ponto disse que o valor restante do recurso, no valor de R$31 mil, será encaminhada para a compra de equipamentos para a saúde, trazendo economia, pois anteriormente o aparelho era locado.

“O mais importante é que a compra do aparelho facilitará o diagnóstico de doenças possibilitando um atendimento melhor a nossa população”, ressalta.

“Mesmo fora do mandato de vereador eu nunca vou deixar de trabalhar em benefício da população de Iracemápolis”, completa.