Balaio de gatos e Ratos!


Publicado em 14 de julho de 2017

Fui procurar o significado de ‘Balaio de gatos’: Balaio de Gato é uma expressão popular que significa confusão, encrenca, situação difícil, embaraço ou desordem. “Balaio de gato” é uma expressão usada para definir um local bagunçado, onde predomina uma verdadeira desordem.

Na frase, “O local é um balaio de gato”, significa que o local é repleto de bagunça e de desordem.Balaio de gato é também um local onde existem encrencas e confusões. É um local onde ninguém se entende, onde as encrencas são constantes. E Balaio é um cesto grande, feito de palha, vime, cipó, ou outros materiais, usado para várias finalidades. É usado na feira para vender frutas e verduras, é usado para guardar material de costura e bordado, como linha e lã. É usado também para servir de cama para os animais, entre eles o gato, que gosta de fazer bagunça dentro do balaio.

Achei a explicação um tanto repetitiva, e por isso mesmo adequada para a ocasião. Mas estou em dúvida se para o momento econômico e político do Brasil uso ‘Balaio de Gatos’ ou mudo o bicho. Sim, é mais conveniente mudar. Balaio de ratos condiz mais com a realidade. Podemos também colocar no Balaio a gente justiceira do Brasil. STF (Superior Tribunal Federal) PGR (Procuradoria Geral da República), STJ (Superior Tribunal de Justiça) JF (Justiça Federal) PF (Polícia Federal) e por ai vai. Não generalizo, porque gente boa tem em todos os ambientes e lugares.

Mas está difícil de achar um órgão onde a ‘laranja podre’ não deu o ar da graça, e como sempre contaminou parte da turminha. Esta dando nojo de abrir os jornais. E em outras esferas também a coisa está feia. Quando você vê um homem que foi condenado a 181 anos de prisão por 48 estupros de 37 pacientes num vai e vem do presídio para o seu domicílio e as instituições mergulhadas numa salada onde um não entende o outro, fica difícil botar fé nas coisas.

Na política então, tenho que incorporar o Milton Leite, locutor de jogos de futebol da Sportv: ‘Meeeeeeeuuuuu Deeeeeeuuuuussssss!!!’

Se eu for à padaria da esquina e roubar um Chokito, o bicho pega. Posso pegar uns bons anos de xilindró por furto. Se for um pobre e negro então, o mesmo será massacrado, execrado, detestado, odiado, chamado de ladrão evagabundo.

Já lá na terra do Peter Pan, o cidadão leva R$ 500.000,00 numa mala e já está na rua!

Não sou advogado, nem ministro, nem promotor de justiça.Pouco entendo desse ramo, desses tramites, mas de uma coisa tenho certeza, não foi nada disso que meu pai me ensinou. Que bagunça! Admiro o homem da horta, gente simples, mas digna e honesta!