CAPS promove debate sobre drogas para adolescentes


Publicado em 21 de dezembro de 2018
 Evento  educativo fala a respeito de riscos e prevenção (Foto: Assessoria de Imprensa da PMI)

Evento educativo fala a respeito de riscos e prevenção (Foto: Assessoria de Imprensa da PMI)

Profissionais do CAPS realizaram na quinta-feira (13) uma roda de conversa com os alunos do Senai tendo como tema “transtornos mentais e uso drogas”.

O encontro foi conduzido por Thaís Yamachita, psicóloga especialista em psicopatologia e dependência química, e Aleksander Alves, estagiário de psicologia.

O uso de substância química é um problema de saúde em muitos países. De modo geral, o consumo se inicia por diferentes razões, como curiosidade ou alívio de dor e sofrimento. A experiência pode trazer mudanças de comportamento e causar isolamento, desprezo e violência.

O vice-prefeito e coordenador de Saúde, Messias Humberto de Oliveira, explica que a Organização Mundial de Saúde realiza estudos sobre o tema. Eles indicam que os diagnósticos mais comuns entre quem busca atendimento para a dependência química são depressão, ansiedade e dificuldades relacionadas ao uso de substância psicoativa.

“Transtornos psicóticos, de sono, de humor, de ansiedade e de personalidade são frequentes em dependentes. Verificando o diagnóstico de forma correta, surge a oportunidade de ajuda e de uma abordagem adequada para o problema”, afirma.

A coordenadora do CAPS, Cassiane Camargo, frisa que a busca por ajuda pode ser espontânea indo até o setor para que profissionais possam prestar auxílio. Mais informações: 3456 7079.