Carne de vaca


Publicado em 24 de março de 2017

Que eu me lembre, nos anos 80 e 90 usava-se muito a expressão “carne de vaca” para se referir a alguma coisa que estivesse já muito comum, ou seja, muito usada, muito falada, muito batida.

Nesses dias, ao me deparar com toda essa sujeira nos frigoríficos, chego à conclusão de que infelizmente, a corrupção está “carne de vaca”, está comum, está muito usada, batida. A corrupção chegou na vaca e virou “carne de vaca”. Pegou o frango, a salsicha, tudo o que é “carne de vaca” pra nós, para o povo, que dificilmente consegue comer uma carne boa por causa dos altos preços que nos impoem. Pegou os porquinhos também, e nós ficamos na lama.

Saber que a corrupção virou “carne de vaca” nos deixa na lama, afinal onde mais podemos correr? Se adoecermos infectados pelo fruto da ganância humana, que qualidade teremos nos hospitais públicos para sermos atendidos? Se deixamos nossos filhos nas escolas, para que cresçam na vida e adquiram conhecimento para vencer essa corja governante, lá também está o descaso das autoridades com os professores, com as más condições dos prédios, com a falta do básico. Quando saímos às ruas para cumprir nossos afazeres, corremos o risco de morrer num assalto, um roubo e caminhamos dentre a insegurança sabendo que a segurança também nos é negada pelo desvio de milhões que assistimos constantemente na televisão.

A corrupção virou “carne de vaca”.

E por fim, a gente tem que assisitir pessoas na televisão minimizarem o problema, falar que são poucos incidentes, um caso aqui, outro alí, 21 frigoríficos dentre milhares e que é tudo culpa da polícia federal que fez tempestade em copo d’água. Exagero ou não, o fato é que se isso não fosse divulgado agora viraria uma bola de neve que atingiria somente a nós, o povo que só trabalha. Ou será que eles se esqueceram que a operação Lava Jato começou com uma pequena investigação em uma rede de postos de gasolina e de lava a jato no Paraná em 2009 e olha o que virou! É incontável a quantia de dinheiro recuperado até agora, e também incontável o numero de políticos conhecidos envolvidos e desejo que sejam incontáveis o número de prisões por vir.

Eu acredito na Polícia Federal! Ainda que continuemos a comer salsicha, frango, porco. Ainda que nosso churrasco seja com carnes não tão nobres, afinal, o que nos resta se não pudermos comer um churrasquinho de vez em quando e um peru no Natal? Ainda que tudo permaneça assim por agora, que a corrupção tenha virado “carne de vaca” no Brasil, eu acredito que estamos cada dia mais perto de ver todos esses humanos, fedorentos e podres na cadeia.