Desarmador de arapucas


Publicado em 31 de julho de 2020

– Nossa, quase não te reconheci de máscara – gritou o homem lá no inicio da fila da lotérica – O que você anda fazendo?

– Vixi amigo, só ando desarmando arapucas – falou o outro no final da fila.

– Gente boa é assim mesmo. Um abração pra você e para família.

E assim encerrou-se a breve conversa dos amigos mascarados na fila da lotérica e quem estava lá entendeu que o desarmador de arapucas é boa gente.

Deixando de lado a antiga música do Trio Parada Dura, o que a gente vê muito hoje em dia são armadores de arapuca, aqueles que vivem fazendo armadilhas para pegar o outro.

Com certeza todo mundo conhece alguém desse tipo.

Mas que bom que existem também os desarmadores de arapuca, esses são mais difíceis de encontrar, mas eles existem, os que não querem ver ninguém preso em armadilhas perversas.

Essa é uma reflexão que precisamos fazer em tempos de quarentena, isolamento, pandemia e tudo o mais… Eu tenho sido um armador ou um desarmador de arapucas? Ando gastando meu tempo armando pros outros ou invisto meu tempo sendo alguém que procura conciliar, amenizar dores e acolher?

Ninguém merece encontrar arapuca pelo caminho, muito menos aquele que arma esse tipo de coisa. O coração gela só de pensar. Arapuca só na música, e olha lá ainda!