Ele sim!


Publicado em 2 de novembro de 2018

Jair Messias Bolsonaro é o novo presidente do Brasil. O ex-militar foi eleito com 55,1% dos votos em uma eleição histórica com uma diferença de mais de 10 milhões de votos entre os candidatos.

O resultado do pleito que levou o PT ao nível de votos que não tinha desde 1989, evidenciou o desejo do brasileiro por mudança.

A maior renovação no congresso desde a redemocratização também deixou claro que o povo não quer mais os mesmo políticos e nem a mesma política.

Mesmo após levar uma facada que o impediu de fazer campanha nas ruas, não participar dos debates na televisão, ter apenas oito segundos no horário eleitoral, ser rotulado de facista, preconceituoso, misógico, homofóbico entre outras acusações, que inclusive geraram inúmeras manifestações de grupos contrários a ele, Bolsonaro foi eleito.

Sob brados de grande parte do eleitorado que dizia “ele não”, o resultado das urnas foi “ele sim”. Mas, por que ele foi eleito?

Bolsonaro representa a esperança de um novo cenário na política nacional. Seu discurso conservador de extrema direita convenceu a maioria dos brasileiros que nos últimos anos assistiram perplexos uma enxurrada de escândalos envolvendo líderes políticos, como o impeachment de Dilma Roussef e a prisão de Lula por corrupção e lavagem de dinheiro.

Nem o fato de Bolsonaro ter apenas dois projetos aprovados em 28 anos como deputado impediu sua eleição. O argumento mais usado por seus eleitores foi “não podem chamá-lo de corrupto”. Fica evidente que a corrupção do PT o tirou do poder.

Bolsonaro toma posse no dia 1° de janeiro com uma grande responsabilidade, a de não decepcionar o povo brasileiro que acreditou em suas promessas de campanha. E o peso sobre seus ombros é grande porque o brasileiro parece ter aprendido a força que tem e se o “capitão” eleito decepcionar seus eleitores, provávelmente será o próximo a ser reprovado.

Agora veremos se o presidente eleito de fato fará jus ao seu bordão e colocará o Brasil acima de tudo.

Que venham os próximos quatro anos!