Faltas chegam a 18% no CESMI


Publicado em 26 de outubro de 2018

Dados da Coordenadoria deDados da Coordenadoria de Saúde apontam alto número de faltas por parte dos pacientes nas consultas médicas marcadas no Centro de Especialidades Médicas de Iracemápolis (CESMI).

A direção da unidade de saúde iniciou um esforço para diminuir esse índice. A falta de pacientes nas consultas afeta a fila. É importante que o paciente, quando for faltar, desmarque com antecedência para que a consulta seja remarcada para outra pessoa que esteja precisando.

De janeiro a agosto de 2018, foram 5.401 consultas marcadas. Dessas, 1.216 não foram realizadas por esse motivo — o que representa 18,37%.

MEDIDAS

O esforço para diminuir a porcentagem de faltas inclui uma série de medidas:

• 1ª Consulta somente com encaminhamento (Guia de Referência de Encaminhamento às Especialidades);

• Horário de agendamento: 9h às 12h e 13h às 16h;

• O agendamento é feito apenas com apresentação do cartão SUS;

• Não haverá agendamento por telefone;

• A tolerância de atraso é de 30 minutos. Após esse tempo, a vaga é cedida a outro paciente e deverá ser reagendada a consulta nos horários de agendamento;

• Pacientes que não retornarem nas consultas (à pedido do médico) durante um período de 6 meses deverá retornar à UBS (Posto de Saúde) de origem para reavaliação e novo encaminhamento à especialidade se houver necessidade;

• Duas faltas não justificadas será considerada abandono de tratamento e o paciente deverá retornar à UBS (Posto de Saúde) de origem para nova avaliação e novo encaminhamento se houver necessidade.