Faz de Conta


Publicado em 17 de agosto de 2018

Na loja de fantasias e artigos pra festa a menina saltitava pra lá e pra cá. Geralmente as crianças saltitam quando estão animadas para alguma coisa.

– Encontrei mãe! – bradou a menina com uma coroa brilhante nas mãos. –Agora vou poder fazer de conta que sou uma princesa.

-Então para de saltitar por aí – pediu a mãe.

E foram mãe e a filha saltitante para o caixa.

– Mãe, vocês adultos também brincam de faz de conta?

A mãe, que aparentava estar já na curva da meia vida, ou seja, virou há algum tempo a casa dos quarenta, assim como eu, respondeu:

-Claro, filha! Adultos são os que mais brincam de faz de conta!

E enquanto a menina se distraiu brincando com a coroa rosa super brilhante, a mãe olhou pra mim e para a atendente do caixa e completou:

-Adulto brinca de faz de conta todo dia… Faz de conta que é rico, faz de conta que é feliz, faz de conta que acredita, faz de conta que entende, faz de conta que perdoa, faz de conta que ama, faz de conta que é amado e por aí vai, né gente?

A pobre mocinha no caixa ficou sem ação… Coitada, na flor idade e já toma um choque de realidade desses! Eu fiquei meio sem saber o que falar, precisava refletir para responder, mas diante do olhar insistente da mulher indaguei:

-Ainda bem que a gente não fica saltitando né! Já pensou se em nossos faz de conta a gente também saltitasse?

Péssimo comentário, concluí comigo mesma.

-Também não dá pra saltitar de animação com os faz de conta de adultos, não é? – dito isso, saiu a mulher, as sacolas e a criança, ainda saltitando… Devo confessar que fiquei com vontade de sair saltitando da loja também, me animei pra escrever a história da semana. E mais tarde naquele mesmo dia, refletindo sobre o fato, não posso dizer que a mulher esteja totalmente errada em suas considerações. E vocês, brincam de faz de conta também?