Hospital dá sequência às cirurgias cardíacas com o ‘Coração Batendo’

Técnica dispensa ‘Circulação Extracorpórea’ e propicia recuperação rápida e eficaz


Publicado em 25 de maio de 2018
Da esquerda para direita: Dr. Luís, Dr. Alexander, Pr. Hécio e Dr. Marcelo durante alta médica de mais uma bem-sucedida cirurgia cardíaca com o coração do paciente batendo - realizada pelo HUL (Foto: Divulgação)

Da esquerda para direita: Dr. Luís, Dr. Alexander, Pr. Hécio e Dr. Marcelo durante alta médica de mais uma bem-sucedida cirurgia cardíaca com o coração do paciente batendo – realizada pelo HUL (Foto: Divulgação)

Silvana Duarte Cavicchioli

Pioneiro em Limeira e Região, o Hospital Unimed Limeira – (HUL) continua realizando a inovadora técnica de cirurgia cardíaca com o coração do paciente batendo – sem necessidade de interrupção dos batimentos cardíacos realizados pela ‘Máquina de Circulação Extracorpórea’ – Técnica utilizada em procedimentos cardíacos de alta complexidade.

No HUL este modelo inovador de tratamento de doenças cardiovasculares ultracomplexas é coordenado pelos médicos-cirurgiões cardíacos, Dr. Marcelo de Almeida Costa e Dr. Alexander Anderson – que lideram uma equipe de profissionais de diversas áreas da saúde, sob a direção do Diretor-Técnico e médico coordenador da UTI – Adulto, Dr. Luís Eduardo Miranda Paciência.

De acordo com o Dr. Marcelo, a escolha pelos cirurgiões-cardíacos do HUL pelo processo inovador, consiste devido ao método apresentar menores riscos para o paciente, menor tempo de cirurgia, de UTI e, principalmente, pela recuperação mais rápida e eficaz. Geralmente esta intervenção leva cerca de 2h – sendo necessário o dobro do tempo para o método tradicional.

O médico explica ainda que “Isto não quer dizer que o Hospital Unimed Limeira abandonou a técnica tradicional extracorpórea, que também é segura. Mas cada caso requer um procedimento específico. Na verdade, há um paradoxo porque indicamos esta técnica inovadora tanto para casos simples, como para os mais complexos”, completa Dr. Marcelo.

*** Acesse o site da Unimed Limeira – www.unimedlimeira.com.br e confira a reportagem na íntegra.