Integridade x Corrupção – Parte IV O legal desprezado


Publicado em 18 de agosto de 2017

“Em tudo seja exemplo de boas ações; no ensino mostra incorrupção, intensidade, sinceridade”, Tito 2:7.

Tantas são as leis e as normas legais para tantos fins que andar dentro da lei se tornou desprezível, vamos citar um exemplo muito comum em nosso meio, a carteira de habilitação comprada, falsificada ou subornada, essa última é tão comum que pagamos por algo que não fazemos.

Dentro da nossa cidade não são poucos os que pagam todas as aulas práticas e teóricas e não cumprem nem metade do necessário, apenas passam o dedo (registram para constar no sistema do DETRAN) a entrada e saída, mas não fazer o curso na sua totalidade. Andar dentro da lei tem sido cada vez mais ignorado e desprezado, e os que procuram fazer o certo são taxados de idiotas.

Lembro de quando fui mudar a letra de minha habilitação, recebi a proposta de fazer apenas 50% das aulas, pois, por já ter habilidade em dirigir caminhões (sem a habilitação correta) neguei a proposta, por ser patrocinado pela empresa em que trabalhava, mas não nego minha corrupção e o ignorar a lei de trânsito, em dirigir veículos sem ter a habilitação correta para a categoria. Hoje habilitado categoria E, com curso de transportes coletivos e cargas perigosas, posso exercer minha função, testando veículos, levando o povo para a igreja, sem medo de ser interceptado pelos agentes da lei (policiais).

Tenho muito em que melhorar, em muitas áreas de minha vida, mas essa etapa eu superei para a glória de Deus. Digo com muita alegria no coração que minha habilitação do inicio ao fim foi totalmente dentro das normas legais e fico muito feliz e incentivo aos que buscam ser pessoas habilitadas de acordo com a boa aprovação de Deus em respeitar e buscar obedecer as leis sábias dos homens, como diz o versículo acima, precisamos ser exemplos em tudo.

Sejamos íntegros dentro das leis de trânsito.

Paz de Cristo!