Iracemapolense é tricampeão brasileiro de Rally CrossCountry


Publicado em 13 de dezembro de 2019
Fábio Pedroso garantiu o título na categoria Protótipos; ele forma dupla com o piloto Marcos Moraes (Foto: Divulgação)

Fábio Pedroso garantiu o título na categoria Protótipos; ele forma dupla com o piloto Marcos Moraes (Foto: Divulgação)

No último final de semana aconteceu a última prova do calendário brasileiro de Rally CrossCountry. Entre os dias 6 e 7, foi realizado o Rally Rota RS, que percorreu o extremo sul do Brasil. A prova foi de rodada dupla válida pelas 24ª e 25ª etapas.

A dupla da equipe MEM Motorsports, composta pelo piloto Marcos Moraes e pelo navegador Fábio Pedroso, de Iracemápolis, chegou na prova como a favorita ao título, precisando apenas de um 3º lugar em uma das duas etapas para garantir o campeonato.

No primeiro dia de prova, a etapa saiu de Pelotas-RS chegando ao extremo sul brasileiro, no Chuí, e retornando a Pelotas. No segundo, a prova saiu de Pelotas e terminou em Porto Alegre, totalizando 1 mil km em terreno arenoso de altíssima velocidade.

Já no primeiro dia, a dupla confirmou o favoritismo, venceu a etapa e garantiu o título brasileiro na categoria Protótipos. No segundo, a dupla, mesmo com o título já garantido, foi para cima, mas um impressionante acidente a mais de 170 km/h a tirou da prova.

Fábio Pedroso falou sobre o acidente: “Estávamos imprimindo um ritmo fortíssimo pela praia quando uma grande depressão fez o carro lançar a traseira e capotamos por diversas vezes. O carro ficou completamente destruído, nos tirando da prova, mas felizmente saímos ilesos”.

Ele explicou que, para ganhar uma prova competitiva, é preciso acelerar e andar no limite. “Quando andamos no limitem assumimos grandes riscos. Faz parte do nosso esporte. O acidente reforçou que o uso correto dos equipamentos de segurança é imprescindível para preservar a integridade física dos competidores”, completou.

SOBRE O TÍTULO

Em conversa com a imprensa, Fábio afirmou que foi fantástico conquistar mais um título, assim como em 2012 e 2015. “Ser campeão nacional pela terceira vez, num esporte tão competitivo e na categoria mais equilibrada [Protótipos], é uma sensação indescritível. Premiou o sincronismo entre a dupla, a máquina e toda a equipe”, relata.

A equipe não descansa e já começa a planejar a temporada 2020, que começará em março.

COMPETIÇÕES

Além do campeonato brasileiro deste ano, Fábio também participou como navegador no Rally Internacional dos Sertões, sendo vice-campeão na categoria UTV. Também participou do Mundial de Rally FIA em Portugal, ficando em 14º lugar, e do campeonato da Mitsubishi Cup, sendo navegador oficial da Mitsubishi para os convidados da temporada, navegando para grandes nomes como Ingo Hoffman (ex-piloto de F1 e multicampeão da StockCar) e Adriano de Souza, o “Mineirinho” (campeão mundial de Surf).

Deixe uma resposta