Iracemápolis confirma 2 casos importados de dengue

Casos foram contraídos fora do município; Coordenadoria de Saúde frisa importância de estar atento ao Aedes aegypti


Publicado em 2 de fevereiro de 2018

Em época de chuva e calor, é preciso redobrar a atenção com os criadouros do mosquito Aedes aegypti, que transmite doenças como dengue, chikungunya e zika.

Nesta semana, a Coordenadoria de Saúde informou que dois iracemapolenses estão com dengue. Os casos são importados, ou seja, foram contraídos fora do município. Mesmo assim, os profissionais do setor alertam para os riscos e frisam que é preciso ficar atento aos focos do mosquito transmissor.

“Combater a dengue é um desafio coletivo. Para que dê certo, a população precisa atuar junto, mantendo casas e terrenos limpos e não deixando água parada em latas, pneus, vasinhos de plantas ou qualquer outro recipiente”, explica o vice-prefeito e coordenador de Saúde, Messias de Oliveira.

Ele frisa que as agentes de saúde estão sempre nas ruas, de casa em casa, para orientar sobre prevenção. “A ação da população é fundamental durante todo o ano. Especialmente nessa época, ela precisa ser intensificada”, conclui.