“Iracemápolis sua história, nossa história”. Escola João Ometto faz exposição em homenagem à cidade

A história do município foi contada através de trabalhos produzidos pelos alunos


Publicado em 2 de junho de 2017
Além de homenagear a cidade, o trabalho serviu para promover integração entre alunos e professores; Estudantes produziram maquetes, desenhos, acrósticos, poesias e artesanatos (Foto: Divulgação)

Além de homenagear a cidade, o trabalho serviu para promover integração entre alunos e
professores; Estudantes produziram maquetes, desenhos, acrósticos, poesias e artesanatos (Foto: Divulgação)

A Escola Estadual João Ometto promoveu na última quarta-feira (31) uma exposição contando a história de Iracemápolis. A ideia de realizar o evento chamado “Iracemápolis, sua história, nossa história”, partiu dos professores que decidiram homenagear a cidade contando ao público a história do município no mês em que Iracemápolis completou 63 anos de emancipação.

A história do município foi exposta através de fotos, maquetes, desenhos, acrósticos, poesias e artesanatos, tudo produzido pelos alunos do João Ometto. O trabalho que envolveu todas as turmas se estendeu durante todo o mês de maio. E apesar das dificuldades, os estudantes garantem que valeu a pena.”Nossa cidade tem uma história muito bonita e muita gente não conhece. Valeu a pena todo o trabalho para compartilhar essa história”, disse Mayara Fonseca, aluna no 1° ano do Ensino Médio.

O EVENTO

A exposição aconteceu durante todo o dia na própria escola e recebeu a visita de alunos de outras escolas de Iracemápolis. A abertura aconteceu às 10h com a execução do Hino Nacional e o Hino de Iracemápolis, apresentados pelos músicos e ex-alunos do João Ometto, Rafael Magrin e Carol Rosales e contou ainda com apresentações de danças e ‘abraços grátis’ dos alunos.

O autor do hino de Iracemápoolis, José Carlos Barbosa, participou contando que compôs o hino como uma homenagem à cidade. “O hino é minha homenagem à esta cidade que amo. Acredito que não há quem goste mais dessa cidade do que eu. Pode haver quem a ame tanto quanto eu, mas mais do que eu, não”, declarou.

A Coordenadora de Educação, Escolástica Bonin Denardi também esteve presente e destacou a importância de se realizar trabalhos assim.”É importante descobrir a história da cidade em que vivemos. O cidadão precisa conhecer a história do município para apontar problemas e desenvolver soluções e isso se aprende na escola. Por isso este trabalho é tão importante, pois gera nos alunos esse senso de cidadania”, disse.

O diretor do João Ometto, José Ferreira de Melo Júnior, frizou que sobretudo o principal objetivo da realização da exposição foi a aprendizagem dos alunos . “A organização de um trabalho deste porte, foi para nossos alunos uma experiência muito positiva ao estimular o trabalho em equipe e a responsabilidade. Este trabalho além de homenagear a cidade, possibilitou uma maior integração entre alunos e professores da nossa escola. Estamos muito felizes pela realização deste evento”, afirmou.