Município mantém dengue sob controle, mas alerta sobre necessidade de seguir com medidas de prevenção


Publicado em 27 de novembro de 2020

Em meio a pandemia de covid-19, a Prefeitura tem feito alertas à população para reforçar a prevenção contra a dengue, outra doença que preocupa. “É preciso ficar atento à proliferação do Aedes aegypti, o mosquito transmissor. Temos 71 casos confirmados de janeiro a novembro”, frisou a diretora da Vigilância Sanitária e Epidemiológica, Eliane Raetano.

“O mosquito transmite doenças como dengue, chikungunya e zika vírus. Para evitar, é preciso um trabalho conjunto entre prefeitura e população”, explicou.

COVID-19 x DENGUE

A população deve se atentar que a forma de contaminação é diferente entre covid-19 e dengue, mas os sintomas são parecidos.

No caso do coronavírus, o distanciamento social ainda é a melhor forma de impedir a transmissão. No caso da dengue, é a eliminação de criadouros do mosquito.

Medidas de prevenção:

• Guarde pneus em locais cobertos;

• Cuide de calhas para evitar entupimento;

• Mantenha tampados recipientes que armazenem água;

• Lave baldes, vasilhas de animais e outros recipientes, mantendo-os sem água.

Entre os sintomas mais comuns da dengue, estão:

• Febre alta e fortes dores de cabeça e atrás dos olhos;

• Cansaço extremo, dor e moleza no corpo;

• Perda de apetite, vômitos, tontura e náuseas;

• Pode aparecer mancha na pele.

CUIDADO COM ESCORPIÕES

Outro alerta é sobre os cuidados que devemos ter com escorpiões nesta época do ano.

“O aparecimento de escorpiões é maior nesta época, o que pode levar a acidentes em casa. Sobretudo porque estamos realizando um trabalho de dedetização na rede de esgoto, o que pode fazer com que subam em busca de refúgio”, informou.

No caso de acidentes, procure imediatamente o Pronto Socorro. Mais informações pelo telefone 3456 3555.

Deixe uma resposta