Passageiros reclamam de ônibus atrasados após VB atribuir aos motoristas a função de cobrador


Publicado em 28 de setembro de 2018
Transporte chega a atrasar 20 minutos em horários de pico  (Foto: Mayta Castilho)

Transporte chega a atrasar 20 minutos em horários de pico (Foto: Mayta Castilho)

Desde que a VB (Viação Bonavita), empresa responsável pelo transporte intermunicipal de Iracemápolis, retirou os cobradores dos ônibus os usuários têm reclamado constantemente dos atrasos que se tornaram constantes, especialmente em horários de pico.

Com a ausência de uma pessoa para cobrar as passagens, a função passou a ser exercida pelo próprio motorista, o que em horários de grande movimento acaba atrasando a saída dos ônibus a cada parada.

“Está atrasando demais. Acho que se a empresa tirou o cobrador, o ônibus tem que sair mais cedo da garagem ou tem que ter mais ônibus, porque desse jeito está atrapalhando muita gente”, reclamou a açougueira, Elisângela Aparecida Minervino, 39.

Nossa reportagem esteve em alguns pontos de ônibus e constatou os atrasos que chegaram a atingir 20 minutos.

Em nota a empresa disse que está ciente dos atrasos, mas afirmou que os mesmos não têm a ver com a retirada do cobrador, mas com a mudança do itinerário que ficou mais longo no início do ano, quando novos pontos foram instalados para atender os bairros Boa Vista, Bela Vista e Santa Rita.

A VB disse ainda que disponibilizou mais ônibus para evitar transtornos aos passageiros. “A linha específica tem o acompanhamento diário da VB e, no início desta semana, por exemplo, foi colocado um carro extra para os horários de pico, de forma a que o intervalo de 15 minutos, foi reestabelecido. Ela operava com cinco veículos e, agora, opera com seis ônibus. E o acompanhamento continuará a ser realizado, assim como os ajustes necessários”, disse.

ECONOMIA DE TEMPO

Para incentivar a economia de tempo a empresa destaca a opção de os usuários utilizarem cartões eletrônicos. “A vantagem é que o cliente pode carregar o valor dos créditos nos cartões e com isso embarcar e desembarcar rapidamente, como acontece na maioria das cidades da nossa região. Hoje, apenas 30% dos usuários têm o cartão eletrônico. Com o cartão, o cliente pode inclusive programar o gasto mensal com o transporte. Em Campinas, por exemplo, 92% usam os cartões eletrônicos e cerca de 8% ainda pagam com dinheiro”, explicou a VB através de sua assessoria.

O cadastro pode ser realizado gratuitamente no Terminal Rodoviário de Limeira ou na garagem da empresa, em Iracemápolis, localizada na Rua Ignácio de Loyola Cintra, 43, Jardim Iracema.