Pronto Socorro atende 300 pessoas por dia

Balanço do semestre mostra que foram feitos 2702 exames de Raio X e 890 exames de ultrassom


Publicado em 21 de julho de 2017

Pronto-Socorro-de-Iracemapolis--1-semestre-de-2017

Pronto-Socorro-de-Iracemapolis--1-semestre-de-2017-tabela

Dados divulgados pela direção do Pronto Socorro de Iracemápolis mostram que, em média, 300 pessoas por dia passam pelo local para ter algum tipo de atendimento. O número é parte do balanço do semestre feito para avaliação da gestão em saúde pública.

Os atendimentos variam em grau de complexidade. Os moradores procuram por consultas gerais e procedimentos em enfermagem. Dados fornecidos pelo Dr. Ruan Carlos Silva mostram que a prevalência maior é de casos de infecções de vias aéreas, como resfriados, rinites, sinusites, crises de asma, pneumonias, hipertensão e hiperglicemia.

Em grande parte, as pessoas que procuram o Pronto Socorro o fazem por doenças como gastroenterites, diarreias, dores musculares, artrite, artrose, lombalgia, mialgias, cefaleias e enxaquecas.

O local também é procurado para serviços de enfermagem. Em grande parte, eletrocardiograma, glicemia capilar, aferição de pressão arterial, inalação, administração de medicamentos, oxigenoterapia, cateterismo vesical de alívio, retirada de pontos, curativos, sondagem gástrica, drenagem de abscesso, excisão e sutura de lesões e ferimentos.

Além disso, também são feitos atendimentos de urgência em atenção básica com remoção para unidade de referência e atendimento em ambulância com enfermagem.

No primeiro semestre, o balanço também mostra que houve diminuição de prevalência de casos de dengue.