Quem vai comer o ovo?


Publicado em 30 de março de 2018

Nos últimos três anos antes de seu descanso, meu pai foi diversas vezes internado no hospital Unimed. O quarto era para dois pacientes. Então, geralmente estavam ele e mais um.

Numa das internações, estava no segundo leito um senhorzinho com Alzheimer e quem ficava com ele era uma senhora cuidadora. O senhorzinho tinha dificuldades para tomar os medicamentos. Ele chorava feito criança. Quando era injeção então, nem se fala…A gente chorava ao ouvir o choro dele. A tal da senhora que cuidava dele no hospital tinha sempre um argumento para fazê-lo tomar os remédios e as injeções. Nessa ocasião, próxima à Páscoa:

– Quer saber? Fica aí com graça para tomar o remédio… Pode ficar… Sabe o que vai acontecer? O senhor não vai ver o coelhinho nem comer o ovo de Páscoa esse ano!

O senhorzinho berrava, xingava, do outro lado a gente chorava e ela insistia zombando dele:

-Não vai ver o coelhinho! Não vai ver o coelhinho! O senhor viu o coelhinho ano passado? Comeu o ovo? Foi a última vez….esse ano não vai não!

Vencido pela tristeza e pelo cansaço de tanto chorar, mas ainda xingando, ele finalmente tomava o medicamento, tampava os ouvidos e fechava os olhos pra injeção. Passaram-se uns dois dias, eu cheguei lá e o leito estava vazio. De fato, aquele senhorzinho que também falava que ia fazer café toda vez que chegava alguém no quarto, não comeu o ovo de Páscoa naquele ano.

Lembrei-me dessa história e quis compartilha-la com vocês. Por mais difícil que esteja nossa situação, por pior que esteja o Brasil, temos a oportunidade de mais um ano comer o famoso ovo de Páscoa ou o bacalhau, mas melhor ainda, podermos celebrar a vida. A Páscoa na verdade representa o sacrifício de Jesus por amor a nós. E um dia, quando chegar nossa vez ou a vez de quem amamosde não comer o ovo de Páscoa ou talvez o peru de Natal, certamente vamos nos lembrar que da mesma forma que Jesus morreu e ressuscitou, isso também poderá acontecer conosco e com nossos amados que não estão mais aqui. Até com aquela senhora cuidadora que torturava o pobre senhorzinho! Vai chegar o dia dela não comer o ovo também.

Mas a boa notícia é que um dia nos reencontraremos para celebrar Páscoas e Natais. É só crer. Eu creio. Feliz Páscoa para todos.