Rede entope e esgoto cai na lagoa do Centro de Lazer


Publicado em 1 de fevereiro de 2019
 Água suja destoa no cartão postal do município; Problema é antigo e requer solução urgente (Foto: Setor Municipal de Água e Esgoto)

Água suja destoa no cartão postal do município; Problema é antigo e requer solução urgente (Foto: Setor Municipal de Água e Esgoto)

Um derramamento de esgoto nesta semana acabou atingindo a lagoa do Centro de Lazer. O problema teve origem em um emissário da Rua Flamínio Barbosa Neves — a rede entupiu.

As providências para resolver o problema foram tomadas pelo departamento municipal de Água e Esgoto (SAE) e envolveu setores como Defesa Civil e Serviços Urbanos. O cheiro ficou ruim por dias.

O diretor do SAE, Beranilson Dias Fraga, fez um alerta importante. Ele disse que é encontrado muito lixo irregular na rede de esgoto, jogado pelo vaso sanitário, como óleo de cozinha, gordura, absorventes, pregos, preservativos e fraldas. Esses materiais entopem a rede e o esgoto retorna ou transborda.

“É importante que a população não descarte lixo pela rede de esgoto”, reforçou.

LAGOA ESTÁ SUJA

Independente do vazamento de esgoto, a lagoa do Centro de Lazer está suja — ou “assoreada”, na linguagem técnica. A Prefeitura tenta viabilizar a limpeza do local, um serviço cujo custo é superior a R$ 100 mil.

O problema é antigo e se arrasta por anos. Recentemente, a Prefeitura propôs limpá-la em parceria com a Sabesp, mas isso depende da assinatura de um convênio. A proposta ainda não tem definição e está sob análise dos vereadores.

Com isso, o prefeito Fábio Zuza partiu para um “plano b”: limpá-la por meio de parceria com o Clube de Cavaleiros, que solicitou o uso do Centro de Lazer para a Festa do Peão. A Prefeitura autorizou o uso do espaço, mas pediu uma ação social por parte dos organizadores: a limpeza completa da lagoa com recursos arrecadados na Festa.