Saúde alerta sobre perigos da dengue


Publicado em 21 de agosto de 2020
Eliane (Vigilâncias em Saúde) e Geseli (coordenadora de Saúde) pedem cuidado redobrado (Foto: Divulgação)

Eliane (Vigilâncias em Saúde) e Geseli (coordenadora
de Saúde) pedem cuidado redobrado (Foto: Divulgação)

Em meio a pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura, por meio da Coordenadoria de Saúde, tem feito alertas à população para reforçar a prevenção contra a dengue, outra doença que preocupa.

Em encontro dos profissionais que integram o Comitê Gestor do Plano de Prevenção em Saúde da Covid-19, a equipe da Saúde frisou a importância de reforçar o tema.

“É preciso ficar atento à proliferação do Aedes aegypti, o mosquito transmissor. Temos 60 casos confirmados no ano”, frisou a coordenadora de Saúde, Geseli Alves da Silva.

“O mosquito transmite doenças como dengue, chikungunya e zika vírus. Para evitar, é preciso um trabalho conjunto entre prefeitura e população”, explicou.

COVID-19 x DENGUE

A população deve se atentar que a forma de contaminação é diferente entre covid-19 e dengue, mas os sintomas são parecidos e para ambas não existe vacina.

No caso do coronavírus, o distanciamento social ainda é a melhor forma de impedir a transmissão. No caso da dengue, é a eliminação de criadouros do mosquito.

O período atual de quarentena pode ajudar nesse trabalho. “É comum ouvir as pessoas falarem que não têm tempo para cuidar do imóvel. Agora, ficando mais em casa, é hora de tornar o lar mais seguro”, disse.

Algumas medidas:

• Guarde pneus em locais cobertos;

• Cuide de calhas para evitar entupimento;

• Mantenha tampado recipiente que armazene água;

• Lave baldes e vasilhas de animais, mantendo-os sem água.

Sintomas mais comuns:

• Febre alta e fortes dores de cabeça e atrás dos olhos;

• Cansaço extremo, dor e moleza no corpo;

• Perda de apetite, vômitos, tontura e náuseas;

• Eventualmente, manchas na pele.

Deixe uma resposta