Semana de mobilização contra o Aedes aegypti


Publicado em 23 de novembro de 2018
 Profissionais da Defesa Civil, Meio Ambiente, Fiscalização de Posturas e Vigilância Epidemiológica ampliam informações sobre o mosquito transmissor (Foto: Assessoria de Imprensa da PMI)

Profissionais da Defesa Civil, Meio Ambiente, Fiscalização de Posturas e Vigilância
Epidemiológica ampliam informações sobre o mosquito transmissor (Foto: Assessoria de Imprensa da PMI)

Acontece em todo o estado de São Paulo, de 26 a 30 de novembro, a “Semana de Mobilização contra o Aedes aegypti”. O objetivo é eliminar os recipientes com água parada limpa e ampliar informações sobre as formas de combate a dengue.

O verão se aproxima, e o clima quente e úmido aumenta o risco de proliferação do inseto transmissor. Por isso, é importante o engajamento conjunto entre Prefeitura e população no combate ao mosquito.

CUIDADO COM ÁGUA LIMPA

Ao longo dos anos, o Aedes aegypti aperfeiçoou sua forma de reprodução. É um mosquito doméstico, que vive dentro de casa e perto do homem.

Com hábito diurno, ele se alimenta de sangue humano. Sua reprodução se dá em água parada limpa, onde deposita ovos em diversos criadouros.

É preciso ficar atento a recipientes com água, pois eles podem se tornar um criadouro do mosquito dentro de casa.