Cuidados com a Black Friday


Publicado em 18 de novembro de 2016

Uma das datas mais esperadas do ano para os consumidores e para o comércio irá acontecer no próximo dia 25. A Black Friday deste ano deve movimentar R$ 2 bilhões, um crescimento de 34% comparado com o ano passado. A Black Friday chegou ao Brasil em 2011 nas lojas online (e-commerce) e hoje atinge também as lojas físicas de todos os tamanhos e segmentos. É uma oportunidade para os consumidores, até na crise. Lembre-se, a data é estratégica, logo após o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro.

Para os consumidores, é preciso atenção especial para não cair em armadilhas. Apelidada no Brasil de “Black Fraude” por causa das armadilhas nas edições anteriores, promoções e descontos falsos, problemas com o site das empresas, valores diferentes na hora de confirmar o pagamento e atrasos nas entregas. Alguns cuidados:

1. Pesquise preço uma semana antes da Black Friday e compare no dia do evento para avaliar o desconto real.

2. Sites falsos. Desconfie de muitos descontos, não existem nem na Black Friday.

3. Só compre o que realmente precisa. Não compre por causa dos descontos, comprar o que não precisa é caro mesmo com desconto.

4. E-mails com ofertas podem ser arriscados. Muitos e-mails falsos usam marcas de empresas conceituadas e ao confirmar o pagamento, você descobre que é falso. Ao receber um e-mail, acesse o site pelo navegador e não pelo link do e-mail para confirmar a veracidade da promoção. Tenha o antivírus atualizado.

5. Compras em lojas online, dê preferência para pagamentos via cartão de crédito. Pagamentos com transações online tipo cartão de débito, boleto e outros é difícil reclamar e conseguir o reembolso caso a mercadoria não seja entregue.

6. Já nas lojas físicas, não compre por impulso sem avaliar as necessidades, garantia e validade do produto.

7. Pesquise sobre troca do produto no caso de defeito ou outro motivo. Fonte: www.administradores.com.br