Iracemápolis vem se tornando a Capital do Doce


Publicado em 6 de março de 2020

a-foto-fabrica-ro

A crise que assolou o país nos últimos anos, fez com que Adinésio Coelho Souza buscasse uma outra alternativa para sua empresa que fabricava esquadrias de alumínio; em 2016 ele resolveu fazer uma mudança radical, abandonou completamente o ramo de serralheria e partiu para a fabricação de doces.

Aproveitando que a cidade tem cada vez mais uma vocação e profissionais na área de doces populares começou a produzir o torrone, com o tempo agregou a paçoca e o pé de moleque para atender a clientela que crescia rapidamente; e após três anos o desafio é produzir também a paçoca rolha, e para novos desafios a empresa Romanense buscou um prédio maior visando aumentar a produção para atender à demanda crescente; e complementa, a cidade que é conhecida como cidade lábios de mel, cada vez mais ganha notoriedade como cidade dos doces.