Adailson: “Pretendo seguir lutando em prol do desenvolvimento e qualidade de vida dos moradores da nossa Iracemápolis”

Série de entrevista com parlamentares avalia primeiro biênio e traz as expectativas dos vereadores para o segundo


Publicado em 1 de fevereiro de 2019
 Adailson: “Infelizmente a burocracia faz parte do legislativo, o que amarra demais as coisas” (Foto: Assessoria de Imprensa da CMI)

Adailson: “Infelizmente a burocracia faz parte
do legislativo, o que amarra demais as coisas” (Foto: Assessoria de Imprensa da CMI)

No início de 2017 a Gazeta publicou uma série de entrevistas com os vereadores eleitos em 2016. Na ocasião eles falaram sobre as expectativas e os planos para o mandato. Agora, dois anos depois, voltamos a ouvir os parlamentares para que eles possam avaliar o primeiro biênio desta gestão no Legislativo Municipal. As entrevistas seguem a ordem alfabética. Esta semana ouvimos o vereador Adailson dos Santos (PV) ou “Adailson Baiano”, como é conhecido.

Como você avalia os primeiros dois anos de trabalho da Câmara?

De uma maneira geral bom. Infelizmente a burocracia faz parte do legislativo, o que amarra demais as coisas.

Em seu ponto de vista, quais os grandes problemas da cidade atualmente? De que forma seria possível solucioná-los?

A falta de recursos, porque esse é um dos maiores gargalos que os pequenos munícipios enfrentam hoje. O sistema de repasse do dinheiro público é muito injusto, sendo que a maior parte do dinheiro fica em Brasília. Além disso temos graves problemas com o meio ambiente, com o esporte e também com a segurança.

Quais são as suas expectativas para o próximo biênio?

Continuar com meu sério trabalho, pois só assim terei a confiança novamente do eleitor iracemapolense para a próxima eleição.

O Brasil vive um momento de renovação no cenário político com o governo de Jair Bolsonaro. De que forma essa mudança deve refletir na política municipal?

Espero que o presidente Bolsonaro reveja o repasse que é enviado aos municípios, principalmente os de pequeno porte, como é o nosso caso.

Na entrevista concedida à Gazeta no início de seu mandato, você destacou o esporte e o meio ambiente como prioridades em sua gestão. Como você avalia seu trabalho dentro do que foi proposto?

Fiz vários pedidos de verba junto aos deputados para tentar viabilizar algumas melhorias na área de esporte, porém ainda não tivemos êxito devido a burocracia. Também estive em Brasília buscando recursos, porém não depende só do legislativo, outras tarefas a serem feitas para liberação de recurso, cabe ao Executivo Municipal, como por exemplo o cadastramento do município em programas, sendo este um caminho mais curto para conseguir verba para a cidade. Também fiz várias indicações para melhoria do meio ambiente como a substituição dos Ipês Amarelo e implantação de lixeira em toda a extensão da Avenida Pedro Cosenza, entre outras.

No próximos dois anos você pretende seguir na mesma linha ou deve reformular suas prioridades?

Mudar é amadurecer! Pretendo seguir lutando em prol do desenvolvimento e qualidade de vida dos moradores da nossa Iracemápolis.

Deixe uma mensagem aos iracemapolenses.

Não podemos perder a esperança nunca, a vida é uma luta! Podemos até perder uma batalha, mas temos que erguer a cabeça para tentar conseguir vencer a guerra.