Câmara aprova por unanimidade moção de apelo ao TSE por voto impresso


Publicado em 23 de fevereiro de 2018
 Laerte Lourenço, presidente da Câmara de Cordeirópolis (SP) e Clécimo Lopes (Foto: Assessoria de Imprensa da CMI)

Laerte Lourenço, presidente da Câmara de Cordeirópolis (SP) e Clécimo Lopes (Foto: Assessoria de Imprensa da CMI)

A Câmara Municipal de Iracemápolis votou e aprovou por unanimidade na última segunda-feira (19) a moção de autoria do vereador Clécimo Lopes de apelo ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pedindo pelo voto impresso.

Não se trata da utilização de cédulas para votação, a moção solicita a aplicação da Lei 13.165/2015, que garante a implantação do processo de votação eletrônica com impressão do registro do voto confirmado na urna eletrônica.

“A democracia merece a transparência total, principalmente dando segurança ao eleitor de saber que seu voto realmente foi ao candidato por ele escolhido, visto que uma grande maioria dos eleitores brasileiros possuem dúvidas sobre a lisura do processo eleitoral eletrônico como é feito até então e que toda e qualquer programação pode ser facilmente corrompida segundo interesses de programadores”, ressalta o documento.

Clécimo falou sobre o impacto da aprovação da moção. “A moção trata-se de documentar a vontade do povo. A aprovação desta moção de apelo posiciona a Câmara de Iracemápolis, como representante do nosso povo, diante do desejo da impressão do voto como garantia desta ferramenta de aprimoramento do voto dentro do sistema eleitoral”, disse.

Buscando reforçar a ideia, foi enviado às Câmaras de seis cidades da região, Limeira (SP), Cordeirópolis (SP), Santa Gertrudes (SP), Rio claro (SP), Americana (SP) e Santa Bárbara d’Oeste (SP) o pedido para que também façam movimentação semelhante. Na última terça-feira (20), Clécimo esteve na reunião da Câmara de Cordeirópolis (SP) onde solicitou apoio ao presidente da Casa, o vereador Laerte Lourenço.