É preciso redobrar os cuidados com a dengue


Publicado em 10 de abril de 2020

Em meio a preocupação com o novo coronavírus (covid-19), a Prefeitura tem alertado a população sobre outro problema de saúde pública: o aumento dos casos de dengue em todo o país.

Profissionais da área alertam que é no mês de abril que ocorre o pico da doença e, por isso, é preciso redobrar os cuidados.

A coordenadora de Saúde de Iracemápolis, Geseli Alves da Silva, informou que 59 casos foram notificados na cidade em 2020, até 9 de abril, com 10 confirmações e 6 exames à espera de resultado — 43 notificações foram descartadas.

“Daí a importância de ampliarmos o combate ao Aedes aegypti, agente transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. Mas, para dar certo, é preciso um trabalho conjunto entre prefeitura e população”, explicou.

COVID-19 x DENGUE

A população deve se atentar que a forma de contaminação é diferente entre a covid-19 e a dengue, mas os sintomas são parecidos. Outra semelhança entre as duas é que não existe vacina.

A coordenadora explica que, no caso da covid-19, o distanciamento social é a melhor forma de impedir a transmissão do vírus de uma pessoa para outra. No caso da dengue, a melhor forma de prevenção é a eliminação de criadouros do mosquito transmissor.

O período atual de quarentena pode ajudar nesse trabalho. “É comum ouvir as pessoas falarem que não tem tempo para cuidar do imóvel. Agora, ficando em casa, é hora de agir e tornar o lar mais seguro”, disse.

A prevenção requer pouco tempo. “Em questão de minutos, é possível acabar com os cantinhos favoritos do mosquito, que são aqueles com água parada limpa”, concluiu.