Enxergue a mulher incrível que há em você


Publicado em 18 de abril de 2019

Você já deve ter escutado falar sobre a importância de escolher, com cuidado, suas palavras, pois elas têm um poder incrível de alterar a nossa realidade. As palavras modificam a nossa realidade pela força de sua ligação com aquilo que pensamos e sentimos sobre o mundo e, principalmente, sobre nós mesmos.

E, por isso, hoje venho te contar sobre uma palavra que usamos em nosso dia a dia e que, mesmo sem termos a intenção consciente, nos sabota, nos bloqueia, e nos faz acreditar que não somos merecedoras, que somos menos do que qualquer outra pessoa.

Um exemplo muito claro é o que vem a seguir de uma moça que comenta com sua amiga sobre como foi o seu dia: “Sabe, hoje eu paguei as contas, arrumei a minha casa, levei as crianças para a escola, fiz o jantar, arrumei minha casa, fui trabalhar e tive um ótimo desempenho, mas esqueci de marcar a consulta no médico porque não tive tempo, acredita?”

E, adivinha como essa mulher está se sentindo? Fracassada, humilhada, com a sensação de que não foi capaz de fazer tudo o que precisava ser feito.

Sabe por que isso acontece? Acontece porque, ao usarmos a palavra “mas”, todas as constatações positivas e interessantes, que foram pronunciadas anteriormente perdem a sua força, deixando que apenas o que vem depois seja validado.

Acabamos nos esquecendo da infinidade de outras coisas que fizemos de forma perfeita durante a nossa vida, durante o nosso dia e nos apegamos, apenas, àquilo que faltou, que não foi o suficiente.

O problema disso? Passamos a acreditar que não somos capazes, que não somos boas o bastante, e passamos a nos sabotar, a nos inferiorizar a tal ponto que já não nos julgamos capazes de fazer as escolhas certas para a nossa felicidade.

Mas, hoje, eu te digo: Você é a única pessoa no mundo capaz de mudar essa realidade. E eu te pergunto: o que vem te impedindo de acreditar um pouco mais em si? De se olhar no espelho e enxergar a mulher incrivelmente capaz que você é, pelo simples fato de dar conta de tantas coisas no seu dia?