Febre amarela deixa brasileiros preocupados


Publicado em 26 de janeiro de 2018

O ano começou com o Brasil em alerta por causa dos casos de febre amarela que têm ocorrido nos últimos meses.

Em todo o país a busca por vacinas contra a doença é grande, pois a população teme os riscos. Campanhas de imunização estão acontecendo em cidades pré-selecionadas.

O Ministério da Saúde informou na última terça-feira (25) que técnicos da OMS (Organização Mundial da Saúde) chegam ao Brasil no dia 29 para acompanhar o fracionamento das vacinas.

“A adoção do fracionamento das vacinas é uma medida preventiva e recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) quando há aumento de epizootias e casos de febre amarela silvestre de forma intensa, com risco de expansão da doença em cidades com elevado índice populacional”, informou a pasta.

A Gazeta conversou esta semana com o Secretário de Saúde e também vice-Prefeito de Iracemápolis, Messias Humberto de Oliveira, sobre a situação do município.

Em entrevista, ele disse que a cidade não está em área de risco e explicou como funciona a questão da vacina no município.

A entrevista completa está nesta edição.