Município programa reabertura de igrejas

Tema é analisado por Comitê Gestor; retomada das atividades religiosas deve ocorrer a partir de 5 de setembro


Publicado em 21 de agosto de 2020

A Prefeitura vem trabalhando para permitir a retomada de atividades religiosas, de forma presencial, a partir de setembro. Para isso, os templos precisarão se adaptar para seguir os protocolos sanitários vigentes com o objetivo de evitar o contágio do novo coronavírus.

O assunto vem sendo analisado pelo Comitê Gestor do Plano de Prevenção em Saúde da Covid-19, composto por profissionais de diversas áreas, e um plano de reabertura já foi solicitado às igrejas. Na próxima terça-feira (25), líderes religiosos estarão em reunião com os membros do Comitê para a definição de ajustes.

A retomada é prevista para a primeira semana do mês, a partir do dia 5. Os ajustes estão sendo postos pela equipe da Saúde e serão divulgados para conhecimento público.

Entre as medidas que serão postas para reabertura, estão regras para evitar lotação, distância mínima entre pessoas, disponibilidade de álcool em gel e cuidado extra com a higienização de espaços de convívio, entre outras regras.

A retomada das atividades religiosas integra uma série de medidas que o Plano SP, elaborado pelo Governo do Estado, prevê para a volta gradual da economia, do lazer e de outras esferas. Com a reabertura do comércio, de academias e de outros espaços, a volta das atividades nas igrejas é uma questão de tempo, desde que seguindo regras sanitárias.

CENTRO DE LAZER

Além da permissão para a retomada de atividades religiosas, o Comitê avalia a reabertura do Centro de Lazer (porém, para um momento mais adiante).

O número de casos de covid-19 é acompanhado semanalmente, e, a depender da combinação de diversos fatores, o espaço poderá ser reaberto.

Por ora, não há data prevista. O Comitê pretende trabalhar o tema após a retomada das igrejas e a análise do impacto das medidas sanitárias atuais.

VOLTA ÀS AULAS

Ainda sobre a retomada de atividades, a Prefeitura informou que está realizando uma pesquisa sobre volta às aulas com pais e/ou responsáveis de alunos de escolas municipais. O tema ainda será levado ao Conselho Municipal de Educação para avaliação e ao Comitê Gestor da Covid-19.

A decisão sobre a retomada ou não das aulas de forma presencial vai ocorrer em setembro.

Por ora, o Município segue trabalhando o ensino a distância na rede municipal, com avaliação positiva pela Coordenadoria de Educação. As escolas municipais utilizam diversos meios digitais e mantêm contato com a Diretoria Regional de Ensino para temas correlatos.

As escolas municipais também utilizam materiais impressos, entregues com agendamento, para complemento das atividades fornecidas por meios digitais.