Nossa história está em luto


Publicado em 7 de setembro de 2018

A semana começou com uma triste notícia: o incêndio que destruiu o Museu Nacional no último domingo, dia 2.

As chamas arruinaram o acervo de mais de 20 milhões de itens que contavam a história do nosso país. Mais de cinco séculos de história foram devastados em uma noite.

A sensação que ficou para o nosso povo foi de luto. Um sentimento de perda. Curioso que a tragédia tocou até mesmo os mais leigos, aqueles que não sabiam sequer da existência do museu.

Ao saber que nossa história perdeu suas recordações, o povo sentiu pena.

Mas não foi só este o sentimento que este incêndio provocou no povo brasileiro. Uma revolta com os governantes que alegaram falta de verba para a manutenção do local tomou conta da população.

Um questionamento de como o governo brasileiro ignora nossa história e não investe em cultura, veio a calhar neste momento de campanha eleitoral.

Há muito tempo existiam denúncias de que o acervo estava em situação de extrema vulnerabilidade e nada foi feito. Nossa história e nossa cultura foram abandonadas tal qual tantos outros setores como saúde e educação.

Era preciso uma tragédia destas para chamar a atenção do povo e do governo? O Brasil não merecia isso, mas se há males que vêm para bem, que tragédia do museu, em tempo de eleição, sirva para despertar o povo na hora de eleger quem deve cuidar do nosso Brasil.

Por hora, seguimos em luto pelo Museu Nacional e pela história brasileira.