O que é prioridade para você hoje?


Publicado em 15 de fevereiro de 2019

Muitos afazeres, as horas passam, e nem se quer nos damos conta. A semana inicia, e logo já estamos na sexta-feira, com aquela sensação de que não fizemos tudo o que, de fato, gostaríamos de fazer.

Quem nunca se sentiu assim, não é mesmo?

Foi ouvindo dizeres como esses, que me peguei refletindo o porque de tudo parecer tão tumultuado em nossas vidas.

Diante de tantas informações que nos bombardeiam diariamente através das redes sociais, reuniões no emprego, conversas aleatórias, jornais, é cada vez mais comum que nós nos percamos do que realmente é prioridade para a nossa vida.

Nos perdemos do que nos traz o brilho nos olhos.

Hoje, eu te convido a olhar para a sua rotina e se perguntar: diante de todas as coisas que eu me proponho a fazer, quais delas realmente são significativas para a minha vida? Qual o seu propósito em meio a tantas atividades?

Todas elas, sem exceção, contribuem verdadeiramente para o alcance dos seus objetivos maiores?

Viver em plenitude é reconhecer que é preciso se desfazer do que em nossas vidas é excesso, sobrecarga. E isso inclui desde os milhares de roupas que mantém entulhadas em seu guarda até os pensamentos que não te nutrem positivamente.

O que você pode eliminar do seu dia para torna-lo mais leve?

O que tem acontecido é que estamos vivendo com base em urgências e não em prioridades.

Vivemos resolvendo os percalços do nosso dia causados, muitas vezes, por não nos atentarmos ao que era prioridade no instante que deveríamos ter nos preocupado.

prioridades que, desse modo, viram urgências, que precisam ser resolvidas às pressas, sem a devida atenção e cuidado que mereceriam.

E, então, seguimos vivendo uma vida superficial, corrida, sem a calma necessária para aproveitar o que realmente é prioridade em nossas vidas.

Quem nunca se viu não tendo tempo para brincar com seus filhos diante de uma pilha de relatórios que precisam ser entregues amanhã?

Quem nunca se viu não tendo tempo para se fazer um agrado por ter que dar conta de tudo e de todos?

O que vejo é que o mundo precisa é de pausas, pausas para reavaliar o que é prioridade, o que é importante e o que é urgência.

Pausas para olhar para a própria vida e perceber o que tem feito com seus dias e sonhos.