Planejamento Tributário pode potencializar empresas em 2018


Publicado em 8 de dezembro de 2017
 Advogado Rafael Rigo orienta empresários sobre a importância do planejamento tributário (Foto: Divulgação)

Advogado Rafael Rigo orienta empresários sobre a importância do planejamento tributário (Foto: Divulgação)

Faltam poucos dias para o ano de 2017 acabar e o planejamento das empresas para o próximo ano já deve estar em andamento. Diante de um cenário econômico bastante desafiador, leva vantagem o empresário que consegue gerenciar a empresa de uma forma que consiga manter ou aumentar o faturamento e isso é perfeitamente possível por meio de um planejamento tributário bem estruturado.

O advogado Rafael Rigo, sócio da Greve, Pejon, Rigo, Sociedade de Advogados, explica que quando o empresário consegue otimizar a incidência tributária não reduz apenas os custos em tributos, mas também permite à empresa ter mais lucratividade e até mesmo recursos para investimentos. “Alcançamos esse feito porque o planejamento tributário tem como principal objetivo encontrar meios fiscais, previstos em lei, para reduzir o valor pago a título de tributos sobre cada operação ou produto”, explica.

Ainda de acordo com o advogado, é válido esclarecer que não se trata – em hipótese alguma – de sonegação de impostos, prática que é considerada crime e pode trazer consequências gravíssimas. “Por isso é importante que um especialista em Direito Tributário realize esse trabalho. O planejamento depende de dados confiáveis e regulares, caso contrário, ficará sujeito a erros e apresentará estimativas e análises equivocadas, que podem causar prejuízos para a empresa”, afirma Rigo.

Uma das saídas apontadas pelo especialista é recuperar pagamentos de tributos indevidos. “Acompanhamos muitas empresas que em algum momento pagaram tributos que não precisavam ou em valor a maior do que era devido, e com o planejamento tributário é possível a recuperação desse crédito, ou até mesmo a compensação com um débito próprio vencido ou vincendo”, aconselha.