Integridade x Corrupção – Parte III O Ilegal, “legal”


Publicado em 4 de agosto de 2017

“Quem é fiel no mínimo, também é fiel no muito; quem é injusto no mínimo, também é injusto no muito” Lucas 16:10.

Não há como falar em corrupção sem falar na “máfia” do combustível que há em nossa cidade. Quantos empresários, motoristas entre outros são corruptos e ladrões descarados, que adulteram e roubam combustível na rua. Na porta de suas casas colocam as mangueiras para completar o tanque de álcool com água, solvente de borracha para completar a gasolina. Mas quem sou eu para falar deles? Por anos (hoje sou íntegro neste assunto) fui consumista fiel dos “muambeiros do álcool”. Meus carros não sabiam o que era um posto de combustível, era tão “legal” ser ilegal, enganar o governo, os “ricos” donos de postos. Tinha satisfação em economizar misérias por mês, já que usava o carro somente para passear nos fins de semana.

Miserável ser que fui nesse assunto, não precisava nem ir atrás o “contrabandista” já sabia os dias certos das entregas. vergonhoso! E como posso eu acusar, falar mal, apontar o dedo, jogar pedras nos políticos de hoje, ao invés de orar por eles para que conheçam o mesmo Deus que mudou minha consciência em relação ao erro e a corrupção?

A corrupção não é algo único ou genético, é algo herdado da queda de Adão, e como qualquer herdeiro, podemos a qualquer hora renunciar, abrir mão, deixar de lado essa herança maligna e nos apossar da herança íntegra de Cristo e andar em autoridade e credibilidade diante de Deus e dos homens.

A minha mudança em não ser mais corrupto em relação ao combustível, me fez ver o outro lado da história, os danos que o combustível adulterado causam nos carros que abastecem nos postos. Hoje eu estou desse lado, abastecendo certo e sendo vítima de combustível cheio d’água, que levam as vezes meu carro para a oficina, mas fico feliz em Deus pois estou fazendo o certo, pagando para alguém que é legalizado e que assumiu um compromisso com o país de ser íntegro com seus impostos (cabe a cada dono de posto fazer a sua parte, eu estou fazendo a minha).

Muitos postos estão sendo fechados por adulteração, não é por isso ou por meu carro ser danificado que voltarei ao erro, não! Sou íntegro e nesse assunto permanecerei, custe o que custar! O dinheiro que “economiza” é aplicado em quê? Seja íntegro em Cristo!

Paz de Cristo!