Leis humanas e Leis Bíblicas – Introdução


Publicado em 3 de fevereiro de 2017

“Toda pessoa esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as autoridades que há foram ordenadas por Deus. Por isso quem resiste à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação. Porque os governantes não são terror para as boas obras, mas para as más. Queres tu, pois, não temer a autoridade? Faze o bem, e terás aplausos dela. Porque ela é ministro de Deus para teu bem. Mas, se fizeres o mal, teme, pois não traz em vão a espada; porque é ministro de Deus, e vingador para castigar o que faz o mal. Romanos 13:1-4”.

Fica muito fácil entender esse texto, pois Deus criou um mundo perfeitamente organizado, com cada coisa em seu lugar, o problema é que hoje vemos autoridades que não seguem os mandamentos de Deus, e por isso estamos onde estamos.

O Velho testamento está repleto de fases em que o povo de Deus vira as costas para o Senhor , vai atrás de outros deuses e acaba trazendo para suas vidas destruição e morte. Não é diferente nos dias de hoje. Se temos maus governantes e sofremos com: fome, hospitais precários, corrupção, prisões lotadas, entre outras, é porque o povo tem a cada dia voltado as costas para Deus e acolhido para si outros deuses, tipo: egoísmo, ganância, luxúria, avareza, justiça própria, cada um pensando em si, não se importando com o sofrimento e a dor alheia. Por isso, Deus levanta governantes para nos castigar com leis anti-bíblicas nas áreas da: saúde, educação, segurança, aposentadoria, e até no âmbito familiar como: aborto, divórcio em 24 horas após o casamento, casamento com o mesmo sexo, lei da palmada, entre outras que iremos tratar nesta nova série.

Eu acredito em mudança a partir desse fato: “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” 2º Crônicas 7:14.

Paz de Cristo!