Necessidades e prioridades – Parte I – Deus


Publicado em 21 de dezembro de 2018

“Orai sem cessar” – 1 Tessalonicenses 5:17.

Um dos versículos mais curtos da bíblia, mas tão profundo quanto os demais. Orar, rezar, fazer uma prece, interceder, seja qual for o termo usado, nada mais é do que formas de dizer que está falando com Deus e, falar com Deus é uma necessidade ou uma prioridade para você?

Quem é a primeira pessoa que recebe o seu bom dia quando acorda? Com quem conversa quando seu coração está em aflição, sua mente confusa, sua ansiedade a flor da pele, suas emoções quase incontroláveis, seus sentimentos sugando todos os seus pensamentos, contrário a sua vontade, quando está extremamente feliz, empolgado, motivado, contente?

Todos nós, sem exceção, somos tomados pela necessidade diária de falar com alguém sobre vários tipos de assuntos, seja pessoal, familiar, conjugal, profissional, entre outros.

Não quero aqui tirar o mérito e nem tampouco a importância de um profissional, amigo, líder religioso, familiar ou até mesmo do pai, mãe ou responsável legal, mas sim fazer com que você analise bem com quem devemos priorizar nossas necessidades.

É sua prioridade falar com Deus de manhã, na primeira hora do dia, ao primeiro som de palavras vindas de sua boca, dizer a ele um gostoso bom dia, pedir-lhe a proteção e sabedoria para enfrentar mais um dia de lutas, adversidades, desafios, conquistas, novidades e busca de resultados satisfatórios independente da área, local ou ambiente que passará todo o seu dia, para que ao findar do mesmo, possa olhar para trás e dizer “obrigado Deus por mais um dia” ou você simplesmente levanta correndo, apressado, perdendo hora e reclamando emburrado por não estar conquistando aquilo que gostaria ou por ser um dia difícil de trabalho e provas?

A necessidade de estar de pé e pronto para mais um dia é real e há quem diga a si mesmo “se eu não fizer ninguém fará por mim”. Sim, concordo. O que é de nossa responsabilidade fazer, não podemos deixar para outros, mas a questão é, se você realmente tem em seu coração fé em Deus e acredita no que a bíblia diz sobre ele, Jesus e o Espírirto Santo, como acha que suas necessidades podem ser mais importantes do que a prioridade de se aconselhar com Deus antes de sair de casa? Digo e afirmo, a prioridade de buscar a Deus em oração, quando compreendida verdadeiramente, acaba se unindo a necessidade de saber que sem ele, as necessidades estão mais sujeitas a aumentar e piorar do que a serem resolvidas. Qual é a sua necessidade e prioridade ao levantar de manhã?

Paz de Cristo!