Necessidades e prioridades – Parte II Nosso corpo interno


Publicado em 11 de janeiro de 2019

“Não sabeis que vocês são o templo de Deus e que o Espírito Dele mora em vocês?” 1° Coríntios 3:16.

Vivemos e sabemos que uma necessidade básica de todo ser humano é a alimentação, mas priorizar as refeições certas, café, almoço e jantar, alimentos saudáveis e que fazem bem ao organismo é avaliado por você como necessidade ou prioridade?

Seu corpo externo, que falaremos mais detalhadamente na próxima edição, é apenas um reflexo disso, do qual você sabe muito bem em que pé está. Em relação a necessidade e prioridade, é necessário nos alimentarmos, mas a prioridade é nos alimentarmos bem!

Um “termômetro” de peso em que a necessidade está acima da prioridade é o aumento dos atendimentos hospitalares e vendas de medicamentos. Comer errado virou hábito, sem falar no índice crescente de pessoas obesas ou em sobre peso. Durante a semana com a regularidade e rotina de afazeres, conseguimos em partes controlar as refeições e priorizar certos alimentos e horários para ingeri-los, certo? Claro que não, muitas pessoas por causa da correria do dia-a-dia, come “porcarias” o mais que conhecido “fast food” a refeição rápida. Se entramos então no fim de semana, aí a coisa desanda mesmo. Festas, churrascos, lanchonetes e por aí vai… Não quero aqui fazer uma apologia ao “não coma nada que não seja saudável”, mas o problema é que quando estamos emotivos, seja para alegria e euforia ou para tristeza e melancolia, muitos de nós optamos por descontar ou melhor acrescentar ao seu corpo “comidas erradas” que na maioria das vezes de saudável não tem nada e pior em quantidades gigantescas.

Deus nos deu a necessidade, mas também junto a ela nos deu a sabedoria de termos prioridades, em não ingerir alimentos e substancias prejudiciais ao nosso corpo interno, isso só nos traz consequências insatisfatórias ao nosso corpo externo. Peço que analise você nos diferenciados dias, locais e ambientes por onde irá passar em 2019 e em que o alimento para o estômago, as substâncias para o sistema sanguíneo, serão apresentados e oferecidos a você, seja em uma mesa ou por uma pessoa. Será que você conseguirá “julgar” em si mesmo, entre a necessidade e a prioridade para a saúde do seu corpo interno? Estamos “gordos” e “doentes” por não saber diferenciar ou optar entre a necessidade e a prioridade. Quando você se olha no espelho, você vê o excesso de necessidade ou de prioridade?