O Brasil de 2018


Publicado em 2 de fevereiro de 2018

Semana passada aconteceu o julgamento em segunda instância do ex-presidente Lula. Fato que divide opiniões, culminou com mais uma derrota do ex-presidente e o aumento da pena de 9 para 12 anos em regime fechado que após o julgamento dos prováveis recursos da defesa, deve ser executada.

Eu particularmente, já disse diversas vezes que não sou de partidos, sou de pessoas. Quero ver a prática de cada um no dia a dia. Também não sou ninguém para falar se o julgamento foi certo ou não. O que procuro fazer é ler, acompanhar diversas mídias para que não aconteça de eu ser envolvida por mídias tendenciosas. Procuro também buscar informações em fontes seguras de pesquisa, ou seja, não em noticias que pipocam em redes sociais. E abro meus olhos para enxergar além. Se alguém me perguntar como está a situação no Brasil para nós, o povo, eu certamente sei responder. Acredito que vocês leitores também saibam. Como está a situação do nosso país? Assistam qualquer telejornal, leiam qualquer periódico e verão que dentre 10 manchetes, no mínimo metade delas dizem respeito à corrupção.

Qualquer cidadão brasileiro tem hoje condições de tirar suas próprias conclusões sobre o lamaçal em que se encontra nosso país. Assisti na íntegra ao julgamento de Lula e fico estarrecida ao saber de tantos fatos escusos, tanta sujeira e lambança feita com nosso dinheiro, dinheiro do povo. Então eu me pergunto, e todos nós devíamos nos perguntar: será que está todo mundo errado? Será que todas as pessoas envolvidas na análise e julgamento dos processos estão erradas? Penso na situação do Brasil e, concluo que não. É simples, é só olhar ao redor. E isso não tem a ver com partido. Olha a guerra que esta sendo travada para que uma pessoa que não cumpriu sua parte como cidadã na questão trabalhista seja nomeada Ministra do Trabalho. É como se a gente fosse ao dentista para cuidar dos dentes e encontrasse lá um dentista com dentes podres. Quantas vezes essa pessoa foi impedida de assumir o cargo e porque o presidente Temer insiste na nomeação? Como pode um país nomear um Ministro do Trabalho que responde a processo por não cumprir o direito de um trabalhador? Qual a finalidade disso? É o jogo de interesses que infelizmente permeia o cenário nacional da política brasileira. Jogo nojento. Vale ressaltar que o fatídico assunto da mala de dinheiro com o homem correndo apressado já foi esquecido… pode isso? E a pergunta que faço é a seguinte: e agora, a gente vai esperar o julgamento dos recursos, ver se o Lula vai se candidatar à presidência esse ano, porque para quem não sabe, esse ano teremos eleições para presidente também, ou a gente vai esperar pra ver qual candidato é menos pior, ou ainda, a gente vai preferir se manter fiel à um partido ou a uma pessoa apenas porque sempre fomos assim e vamos continuar sendo assim, ou a gente vai acreditar em teorias de conspiração e procurar justificativas para inocentar esse ou aquele…OU… a gente vai procurar se informar, ler mais, procurar conhecer mais os futuros candidatos, não só na época de campanha, mas pesquisar sim a vida política geral do cidadão candidato e conhecer mais a fundo quais as atribuições dos políticos que querem nos representar??? A falta de conhecimento nos faz padecer. Não se enganem, queridos leitores. A situação está desse jeito por nossa culpa também! A gente se recusa a crescer, a aprender, a buscar. Quase todo mundo no Brasil tem celular hoje. Até crianças que não deveriam ter, tem o bendito.

Eu não entendo por que não usá-lo para o conhecimento. Acessem ferramentas de busca e pesquisa, busquem leis, procurem os portais de transparência, estudem, e, por favor, limpem a mente de qualquer tradição no modo de agir e pensar. A gente precisa abrir os olhos e enxergar além para que nosso 2018 comece a ser diferente e que possamos de fato ter um feliz ano novo.